Publicidade

Notícias de Última Hora

Após se posicionar contra Bolsonaro, Anitta tem carreira gravemente prejudicada por apoiadores do candidato

Anitta está enfrentando o que vários artistas temiam ao se posicionar contra o candidato Jair Bolsonaro

Bolsonaro e Anitta (Foto: Reprodução)
Desde que gravou um vídeo se mostrando a favor do movimento #EleNao, a cantora vem sofrendo ataques por parte dos eleitores do presidenciável nas redes sociais e isso vem influenciando negativamente na sua carreira. O motivo, conforme apontado pelo colunista Ricardo Feltrin, é a grande quantidade de “deslikes” em seus vídeos no YouTube.


Para completar, tanto os patrocinadores da artista quando as empresas que contam com a sua imagem nas campanhas publicitárias também estão sendo criticadas por essas mesmas pessoas.

Os militantes de Bolsonaro, montaram uma verdadeira “operação” de guerra contra Anitta, que em menos de dez dias, teve todo o conteúdo relacionado ao seu nome no YouTube prejudicados.


Esse está sendo o preço pago pela cantora por demonstrar seu apoio ao público LGBT, que chegou a promover acusações e ameaças de boicote até o dia em que ela se posicionou.

Os clipes de Anitta agora, desde os mais antigos até os mais recentes, já beiram a casa das 60 mil negativações em apenas sete dias.

Sua equipe precisou desativar os comentários do seu perfil no Instagram, devido os grupos contrários a cantora. 

ENTENDA A SITUAÇÃO


Daniela Mercury resolveu cobrar o posicionamento Anitta em relação ao candidato Jair Bolsonaro. Em seu perfil no Instagram, ela desafiou a cantora e a convocou para as ruas, com o objetivo de lutar contra as propostas do presidenciável.


“Vamos, Anitta?”, convidou Daniela, que está engajada nas manifestações do movimento #EleNão, que acontecerão no próximo dia 29 de setembro. No mesmo vídeo, Daniela Mercury ainda chama Bolsonaro de machista, homofóbico e racista.

“Eu estou aqui para convidar todas as mulheres brasileiras para ir às ruas no dia 29 de setembro. Ele não! E eu gostaria de desafiar minha amiga Anitta para apoiar o movimento Ele Não! Vamos, Anitta?”, convidou Daniela.



Agora, diante da pressão, Anitta finalmente se posicionou. Ela deixou claro que não apoia Jair Bolsonaro e ainda fez questão de cobrar o posicionamento de Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Preta Gil.

Vale lembrar que, antes da cobrança de Daniela Mercury, durante um show na noite da última sexta-feira (21), Anitta foi pressionada por seu público, com cartazes pedindo que ela aderisse à hashtag.

Com informações do Portal Famosos Brasil