Notícias de Última Hora

Confundido com assaltante, brasileiro é espancado e enforcado em praça pública na Bolívia

Brasileiro estava há cerca de um ano no país; ele trabalhava como mecânico em uma oficina


O brasileiro Vinícius Chagas Maciel, de 31 anos, foi espancado e enforcado por moradores da cidade de San Julián, na Bolívia. De acordo com familiares, ele foi confundido com um assaltante. O caso aconteceu na madrugada da terça-feira (20), mas só foi noticiado nesta quinta (22).


“Ele estava em um bar e um amigo o chamou para acompanhá-lo numa cobrança de dívida que ele ia fazer. Foram conversar com o homem e sua mulher começou a gritar que eles eram ladrões. Esse amigo então fugiu, mas Vinícius não conseguiu escapar da barbárie”, disse Vitória Chagas Maciel, de 26 anos, irmã da vítima. Vinicius foi linchado, espancado e enforcado em público em uma praça da cidade.

De acordo com ela, o brasileiro estava há cerca de um ano na Bolívia. Ele decidiu viajar a partir de um convite de um amigo que o chamou para trabalhar, proposta que acabou não se concretizando. A partir daí, buscou outros empregos e atualmente prestava serviço como auxiliar de mecânico em uma oficina.

A família agora está se mobilizando para realizar o traslado do corpo. “Somos muito humildes e não temos condições. Estamos tentando levantar R$ 20 mil por meio de rifas e vaquinhas, fazendo o que é possível para ao menos ele ter um enterro digno”, disse Vitória.

A polícia boliviana investiga o caso. Nenhuma prisão foi efetuada.

Com informações do Estadão Conteúdo