Publicidade

Notícias de Última Hora

Helder Barbalho participa de encontro de gestão pública em Oxford, na Inglaterra


Dos dias 25 a 27, o governador eleito do Pará, Helder Barbalho, participou do “Encontro de Altas Autoridades: uma nova agenda para a gestão pública no Brasil”, na Universidade de Oxford, na Inglaterra.

O intuito do encontro, que contou com a presença de mais de 65 autoridades brasileiras entre governadores, parlamentares e especialistas convidadas pela Fundação Lemann, foi discutir propostas que possam ser aplicadas nos próximos mandatos para melhorar a qualidade da área de recursos humanos de seus governos.


“Após três dias de importantes debates levarei essa experiência para o nosso estado para fazer um governo presente e de qualidade para a nossa população. Agradeço mais uma vez a Fundação Lemann pelo convite. É uma honra representar o Pará neste debate qualificado em favor da boa gestão e eficiência do serviço público”, disse Helder.


SELEÇÃO

A formação de equipe de governo foi um dos principais pontos debatidos durante o “curso”. Outro foco do encontro foi à busca de soluções para aprimorar a forma de seleção das pessoas que vão ocupar os cargos de liderança dos governos. “No Brasil, ainda precisamos enfrentar o desafio de atrair, reter e desenvolver as pessoas melhor preparadas para atuar em cargos de liderança para o governo”, diz Denis Mizne, diretor-executivo da Fundação Lemann. “Estamos criando um ambiente de respeito, troca de experiências e pluralidade de ideias para que atores-chave para o desenvolvimento do país incluam esse desafio na agenda nacional.”


O evento contou com o apoio da Fundação Brava e da Blavatnik School of Government da Universidade de Oxford, conhecida com um dos principais centros de estudo em gestão pública do mundo. Além de Helder, a iniciativa contou com a participação dos governadores eleitos ou reeleitos dos estados de Minas Gerais, Piauí, Ceará, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Goiás e Distrito Federal.


PALESTRAS

As palestras contaram com relatos de experiências internacionais de especialistas como Dustin Brown (Diretor de Administração da Secretaria da Fazenda do Gabinete da Presidência dos EUA), Thomas Shannon (Subsecretário de Estado para Assuntos Políticos que coordenou a transição governamental Obama-Trump), Graeme Head (Comissário de Serviço Público de New South Wales, Austrália), e Kate Josephs (Diretora de Operações Nacionais, Departamento de Educação do Governo Britânico).


ASSISTA:


Imprensa Helder Barbalho | TV Cidade News