SBT BRASIL NOVO - ENTREVISTAS - SOLIMAR MACHADO NOVO SEC DA SEMMA

ENTREVISTA DE SOLIMAR MACHADO SEC. DA SEMMA Assista no YouTube: https://youtu.be/QUaizCWwpKc

Posted by TV Cidade News on Friday, August 23, 2019

Notícias de Última Hora

Mais Médicos lança edital para brasileiros e estrangeiros

Mais de oito mil vagas serão abertas para ocupar espaço deixado por médicos cubanos

Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou abertura de edital para o programa Mais Médicos
Foto: Agência Brasil/Valter Campanato
O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou nesta segunda-feira (19) que o Programa Mais Médicos abre inscrições para médicos brasileiros e estrangeiros nesta quarta (21). O edital é válido apenas para profissionais que tenham registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). As inscrições começam às 8h e vão até às 23h59 de domingo (25).
O edital será publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (20). Serão oferecidas 8.517 vagas em 2.824 municípios e 34 distritos indígenas. A maior parte das vagas era ocupada por médicos cubanos. Caso as vagas não sejam preenchidas, um novo edital será lançado no dia 27 a médicos brasileiros e estrangeiros sem registro no CRM.


Os médicos aprovados deverão se apresentar nos municípios escolhidos a partir do dia 3 de dezembro para começar a trabalhar. O prazo final para se apresentar é dia 7 de dezembro, às 18h. Occhi disse que o governo brasileiro não vai arcar com os custos de logística e transporte da saída dos mais de 8 mil médicos cubanos.

Durante um encontro com prefeitos, o presidente Michel Temer destacou a rapidez extraordinária do governo federal em responder às demandas da população.


– O caso dos médicos cubanos foi na semana passada e o ministro Occhi vem tomar providência imediata. E não vai deixar desprovido nenhum município brasileiro, vocês verão que não haverá ausência. As vagas serão preenchidas por médicos brasileiros com CRM estrangeiro ou estrangeiros com CRM brasileiro – afirmou Temer.

Temer aproveitou para pedir a união dos brasileiros por um país melhor. Ele disse que tanto apoiadores quanto a oposição ao novo governo devem buscar o bem comum.

Pleno.News