Publicidade

Notícias de Última Hora

Moro anuncia novos responsáveis pelo COAF e pela Secretaria Nacional Antidrogas

Uma das indicações depende de mudança na legislação

Mateus Bonomi/Estadão Conteúdo
O futuro ministro da Justiça Sergio Moro anunciou em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (30), dois nomes que assumirão pastas importantes sob o guarda-chuva do Ministério da Justiça. Para a presidência do COAF, Conselho de Controle de Atividades Financeiras, escolheu o auditor da Receita Federal Roberto Leonel, que substituirá Antônio Ferreira. Já para a Senad, Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas, o indicado foi o procurador Luiz Roberto Beggiora.



Moro explicou que a indicação de Leonel para o Coaf depende, porém, de uma mudança de legislação. Atualmente, o órgão faz parte do Ministério da Fazenda, ou seja, deveria integrar o futuro Ministério da Economia, sob comando de Paulo Guedes. Mas, segundo Moro, “o Coaf é um órgão estratégico de prevenção à lavagem de dinheiro e nós entendemos que é oportuna a transferência dele para o Ministério da Justiça, considerando que a Economia terá muitas atribuições”, disse.

O futuro ministro explicou ainda que o passado de Leonel como auditor ajudará a “manter o vínculo” do órgão com a economia.

Sobre a indicação para a Senad, Moro destacou que o órgão precisa de uma revitalização para gerir os recursos oriundos do tráfico de drogas confiscados. “Uma das estratégias importantes para combater o tráfico de drogas é privar o criminoso do produto da sua atividade. Retirar aquilo que obtém com a venda dessas drogas e com a exploração da miséria humana”, explicou.

Por fim, anunciou também a intenção de mudar a metodologia de trabalho do órgão quanto ao atendimento de dependentes químicos. “A Senad oferecerá os recursos [financeiros] e o tratamento [dos dependentes] ficará sob responsabilidade de uma área social. Isso se encontra em estudo”, concluiu.


Por Jovem Pan