Notícias de Última Hora

PT estuda processar WhatsApp na Justiça dos EUA, diz Haddad

Apesar da derrota na disputa presidencial, o petista disse que a centro-esquerda teve um resultado “extremamente positivo” nas eleições

EFE/Fernando Bizerra Jr
O PT pode entrar com uma ação contra o WhatsApp na Justiça dos Estados Unidos. Foi o que disse o candidato derrotado do partido à Presidência da República, Fernando Haddad.


Os petistas apontam as notícias falsas como uma das principais razões para a vitória do agora presidente eleito Jair Bolsonaro.


Segundo o ex-prefeito, falta apenas o PT avaliar se tem legitimidade diante da Justiça norte-americana. O partido estuda entrar com a ação ao lado de alguma ONG dos Estados Unidos.

Neste mês, o WhatsApp informou ao Tribunal Superior Eleitoral que não foi contratado pela campanha de Bolsonaro para impulsionar conteúdo. Fernando Haddad criticou a empresa: “estão se recusando a abrir os dados sobre a onda de fake news e vamos estudar a possibilidade de uma ação judicial em solo americano para dizer a que eles se prestaram na s eleições brasileiras”.

Apesar da derrota na disputa presidencial, o petista disse que a centro-esquerda teve um resultado “extremamente positivo” nas eleições. Ele reconheceu que o PT precisa se reaproximar de alguns setores da sociedade e citou como exemplo os evangélicos.

Fernando Haddad deve ir aos Estados Unidos no dia 1º de dezembro. Ele foi convidado pelo senador americano Bernie Sanders, do Partido Democrata, a integrar uma frente internacional de centro-esquerda.


Por Jovem Pan  Com informações do repórter Levy Guimarães