Publicidade

Notícias de Última Hora

Sem vergonha, Michel Temer sanciona aumento imoral ao STF

Os salários alteram-se de R$ 33 mil para R$ 39 mil



O presidente Michel Temer sancionou nesta segunda-feira (26) o reajuste salarial para o Supremo Tribunal Federal que autoriza o aumento de 16% aos ministros do STF e da Procuradoria-Geral da República. O prejuízo será de R$ 6 bilhões por ano aos pagadores de impostos.

Para compensar essa aprovação de acréscimo, espera-se, agora, que os ministros abram mão do auxílio-moradia, o qual impacta R$ 2 bilhões por ano aos cofres públicos.

Os salários alteram-se de R$ 33 mil para R$ 39 mil.

TV Cidade News