Publicidade

Notícias de Última Hora

Damares Alves é ‘forte concorrente’ para Ministério dos Direitos Humanos

Damares Alves é ‘forte concorrente’ para Ministério dos Direitos Humanos

A advogada e pastora Damares Alves é cotada para Ministério de Direitos Humanos do governo Bolsonaro - Reprodução/Youtube
O presidente eleito Jair Bolsonaro disse neste sábado (1º.dez.2018) que a advogada e pastora Damares Alves é “forte concorrente” ao posto de ministra da pasta que englobará Direitos Humanos.

“É um ministério que se identifica muito com ela”, afirmou o militar, sem confirmar a escolha. Damares é assessora parlamentar do senador Magno Malta (ES-PR). O congressista pleiteia um ministério, mas até o momento não foi nomeado.


No início de novembro, Malta disse que só não foi reeleito por ter se dedicado à campanha presidencial de Bolsonaro. “Depois da facada, quem foi cumprir o papel dele [Bolsonaro] pelo Brasil? Eu tive que assumir. Não podia ser ninguém, tinha que ser eu. Quem dirige a história é Deus. Se não tivesse facada no meio do caminho, eu também tinha ganho no meu Estado”, justificou.

Até o momento, o militar da reserva anunciou 20 ministros e deve anunciar mais 2 nomes. Além de Direitos Humanos, falta definir quem comandará a pasta de Meio Ambiente.

Na última 6ª feira (30.nov.2018), ele confirmou Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, 60 anos, para o cargo de ministro de Minas e Energia. O almirante de Esquadra é o 7º militar oficializado como ministro de Bolsonaro.

Fonte: Poder 360