Notícias de Última Hora

Discurso de Bolsonaro contra o comunismo repercute na mídia dos EUA


O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, disse em uma conferência de conservadores latino-americanos que, como o Brasil é a maior economia da América Latina, ele considera o combate aos regimes comunistas como uma obrigação.

O parágrafo acima foi adaptado de uma matéria escrita pelo jornalista Frances Martel e publicada em um dos maiores portais conservadores de notícias dos Estados Unidos, o “Breitbart“.

O jornal americano destacou a primeira Cúpula Conservadora das Américas, realizada em Foz do Iguaçu, no Paraná, no último final de semana.



“A cúpula pretende ser uma resposta ao que hoje é conhecido como Foro de São Paulo, organizado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) na década de 1990 para ajudar os esquerdistas na América Latina a coordenar a comunicação e execução política”, acrescentou a matéria do Breitbart.

Em mensagem enviada por teleconferência, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que “todos na América Latina sabem quais são as consequências da esquerda”, acrescentando que “o exemplo mais claro é Cuba, e o país que mais se aproxima dessa realidade é a Venezuela”.

O jornalista norte-americano destacou o enfático discurso de Bolsonaro, que encorajou os conservadores da América Latina “a não desistir, a não perder a esperança e a manter viva a chama da liberdade”.


Fonte: Renova Mídia