Publicidade

Notícias de Última Hora

Futura ministra Damares quer um Brasil sem aborto

“Nós queremos Brasil sem aborto”, diz futura ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos


A pastora evangélica Damares Alves foi indicada para o comando do Ministério de Mulher, Família e Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (6).


Ela afirmou que deseja “um Brasil sem aborto” por meio de políticas que tratem de planejamento familiar.


Assessora parlamentar do senador Magno Malta (PR-ES), ela foi indicada oficialmente em uma entrevista coletiva concedida na tarde desta quinta pelo futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

A futura ministra declarou:

Eu sou contra o aborto. Eu acho que nenhuma mulher quer abortar, as mulheres chegam até o aborto porque possivelmente não foi lhe dada uma outra opção.

E acrescentou:

O aborto não desengravida nenhuma mulher. A mulher caminha o resto da vida com o aborto. Se a gravidez é um problema que dura só nove meses, eu digo para vocês que o aborto é um problema que caminha a vida inteira com a mulher.

A pastora disse que a nova pasta das Mulheres irá lidar com a “proteção de vidas”, em vez de “mortes”.


Com informações do G1