Notícias de Última Hora

Intervenção federal reduziu criminalidade no Rio de Janeiro


Depois de nove meses, a intervenção federal no Rio de Janeiro chega ao fim com uma redução nos índices de 8 dos 12 tipos de crimes monitorados pelo Instituto de Segurança Pública fluminense.

Uma solenidade no Palácio Duque de Caxias, sede do Comando Militar do Leste, marcará, nesta quinta-feira (27), o encerramento da intervenção federal na segurança pública do estado.

Ainda se tenta dizer que a intervenção federal no Rio de Janeiro foi um fracasso, mas a realidade dos números mostra o contrário.



Alguns exemplos: na comparação do período de março a novembro de 2017 a 2018, foram detectadas as seguintes reduções:

13,6% no número de homicídios dolosos;
19,58% no de roubos de cargas;
7,7% no de roubo de veículos;
7,3% no de roubo a transeuntes;
2,5% no roubo de celulares.

A intervenção federal na segurança pública do Rio foi decretada em 16 de fevereiro pelo presidente Michel Temer.

Nomeado para comandar o processo, o general Walter Braga Netto encontrou um estado falido e com as polícias Militar e Civil desestruturadas — o patrulhamento era afetado até por falta de combustível para viaturas.


Com informações de O Globo