Notícias de Última Hora

Polícia Civil transfere para Altamira acusado de homicídio preso no Ceará

(Foto: Polícia Civil)
A Polícia Civil do Pará transferiu, nesta quarta-feira (12), do Estado do Ceará para Altamira, no sudeste do Pará, o preso Arnaldo Marques de Araujo, 41, de apelidos "Ceará" ou "Loirão", acusado pelo assassinato de Antonio Osiel Costa de Sousa, 40, de apelido "Boquinha". Arnaldo foi preso em 31 de outubro deste ano, na cidade de Jijoca de Jericoacara, noroeste do Ceará. O acusado foi localizado por policiais civis da Delegacia de Polícia Civil da cidade cearense em atuação conjunta com a Delegacia de Homicídios de Altamira.


O crime foi registrado em 26 de maio de 2013, por volta de 4 horas da manhã, quando Antonio foi morto a golpes de faca, em via pública, às proximidades da residência da vítima. Testemunhas oculares reconheceram Arnaldo como o autor do homicídio. O crime foi resultado de uma briga entre o acusado e a vítima. Na época, os dois se desentenderam após consumirem bebidas alcoólicas. Após o homicídio, conforme depoimentos colhidos na época do fato, Arnaldo fugiu de Altamira.

No ano de 2014, a Justiça Estadual decretou a prisão preventiva de Arnaldo que passou à condição de foragido. Com a criação da Delegacia de Homicídios, em Altamira, a equipe comandada pelo delegado Fernando Marcolino assumiu as diligências do caso com objetivo de localizar o foragido e dar cumprimento ao mandado de prisão. 

Durante as investigações realizadas para essa finalidade, explica o delegado, a equipe da DH de Altamira recebeu informações de que o foragido estava morando em Jijoca de Jericoacara. "Diante da informação, entramos em contato com a delegada Samella Saraiva, da Polícia Civil do Ceará, lotada no município, para conhecimento e para tomada de providências", explica o delegado. Foi assim que a prisão de Arnaldo foi efetuada no Ceará. Agora, já no Pará, o preso vai ficar recolhido em Altamira para responder pelo homicídio à disposição da Justiça paraense.


(DOL)