Notícias de Última Hora

Regime islâmico do Irã prende mais de 100 cristãos antes do Natal

Polícia do Irã prendeu mais de 100 cristãos na última semana em meio a uma repressão crescente do regime islâmico contra a minoria religiosa.


Muitos dos 114 detidos eram convertidos ao cristianismo de origem muçulmana. Eles foram acusados pelas autoridades de “proselitismo”.

Os detidos tiveram que relatar a história de suas atividades cristãs e foram instruídos a cortar o contato com qualquer grupo cristão, de acordo com a Open Doors UK, uma instituição de caridade que investiga a perseguição contra os cristãos mundo afora.

Apesar de não existir registros oficiais, estima-se que existam cerca de 350.000 cristãos no Irã – cerca de um por cento da população do País.

Embora a religião cristã seja permitida pela constituição da República Islâmica, a conversão ao cristianismo é um crime com pena prevista de mais de 10 anos de prisão.


Com informações do jornal britânico Telegraph