Notícias de Última Hora

Convidado por feirantes, governador participa das comemorações dos 403 anos de Belém

A cidade de Belém comemorou, neste sábado (12), seus 403 anos. Tradicionalmente, o mercado do Ver-o-Peso é sempre um dos principais palcos das comemoração pela data. O governador do Pará, Helder Barbalho, acompanhado do vice-governador, Lúcio Vale, de deputados estaduais, federais, vereadores e várias lideranças locais, esteve presente no mercado, celebrando a nova idade da capital do Estado.

Foto: Agência Pará
A cidade de Belém comemorou, neste sábado (12), seus 403 anos. Tradicionalmente, o mercado do Ver-o-Peso é sempre um dos principais palcos das comemoração pela data. O governador do Pará, Helder Barbalho, acompanhado do vice-governador, Lúcio Vale, de deputados estaduais, federais, vereadores e várias lideranças locais, esteve presente no mercado, celebrando a nova idade da capital do Estado.

Às margens da baía do Guajará, com centenas de barracas, os mais de mil feirantes que trabalham diariamente no Ver-o-Peso, fizeram questão de organizar uma programação à parte da oficial. Lamentavelmente, segundo um dos líderes da programação dos feirantes, “Didi do Ver-o-Peso”, há alguns anos eles fazem um protesto, mas sem deixar de lado a comemoração e a importância do dia. “Nestes quatro últimos anos decidimos fazer um bolo paralelo, em protesto a todo esse descaso e abandono que vivemos, não só no Ver-o-Peso, mas em todas as feiras livres de Belém”, desabafou.

Didi conta ainda, que convidou o governador Helder Barbalho para essa programação específica dos feirantes. “O mercado é um dos mais importantes cartões postais do Estado do Pará e merece mais cuidado. Nós mandamos ao governador Helder o convite para que ele participasse desde momento com todos os feirantes e ele veio. Isso sinaliza atenção as nossas reivindicações” afirmou.



Cercado por centenas de pessoas, Helder esteve entre feirantes e freqüentadores do mercado, garantiu que já orientou sua equipe de governo a dar toda atenção as feiras e mercados de todo o Estado. “Já realizamos a primeira reunião com a secretaria de Desenvolvimento para que possamos ter uma estrutura específica para dialogar com os representantes e trabalhadores das feiras e mercados do estado do Pará. Vamos passar pelo processo da reconstrução, de readequamento do espaço do Ver-o-Peso, que lamentavelmente está abandonado. Contem comigo neste sentido”, afirmou Helder.

Ainda em seu discurso, Helder Barbalho falou do seu desejo para a capital o Estado. “Meu desejo é de que todos nós possamos fazer uma reflexão para pensar o hoje e o amanhã. Este também é um momento de fazer uma reflexão sobre os desafios da nossa cidade, que passa por problemas sérios, com alagamentos, falta de saneamento, de mobilidade urbana, na área da educação, saúde, moradia e resíduos sólidos, problemas que muitas vezes nos faz perder o nosso protagonismo de metrópole da nossa região”, lamentou o governador.

Helder recebeu muitas reclamações dos feirantes e demais presentes no local sobre as péssimas condições do mercado, que serão avaliadas e discutidas. Mesmo assim, o governador fez questão de destacar que o dia 12 é um momento de festa. “Temos que agradecer a Deus pelos 403 anos de Belém, e que Ele possa abençoar nossa cidade querida. O meu compromisso, na condição do governador do estado, é de trabalhar para que nossa cidade seja cada vez melhor, também em parceria com a prefeitura, independente de questões partidárias. Entendo que as instituições devem trabalhar lado a lado, devem unir forças, pois os nossos desafios são grandes demais e nós não temos o direito de perder energia com aquilo que não esteja de acordo com o que a sociedade precisa”, finalizou Helder Barbalho.


Por Governo do Estado do Pará