PMA - VT EXPOALTA 2019

PMA - VT EXPOALTA 2019 YouTube: https://youtu.be/i_JJWLt3mHk

Posted by TV Cidade News on Thursday, October 10, 2019

Notícias de Última Hora

Estes alimentos aumentam imediatamente sua barriga (e muitos são "saudáveis"!)

ED MEDEN/SHUTTERSTOCK
Existem alguns tipos de carboidratos de cadeia curta conhecidos como FODMAPs - sigla em inglês que se refere aos oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis, que tem difícil absorção no sistema digestivo e, quando chegam ao intestino, são rapidamente fermentados, gerando gases e inchaço na barriga.

Embora sejam considerados saudáveis na dieta, os FODMAPS podem causar desconforto abdominal em indivíduos mais sensíveis ou intolerantes, inclusive agravando sintomas de distúrbios como a Síndrome do Intestino Irritável.

FODMAPs causam distensão abdominal?


A nutricionista Ana Paula Pujol afirmou em seu perfil no Instagram que os FODMAPs podem ser mal absorvidos por algumas pessoas: segundo ela, quando chegam no intestino grosso, o processo rápido de fermentação destes carboidratos produz gases como dióxido de carbono, hidrogênio ou gás metano. Já no intestino delgado, podem gerar diarreia graças ao aumento do volume de água.



Com estas disfunções no sistema digestivo, estes alimentos tendem a causar dor, distensão abdominal e aqueles "roncos" barulhentos na barriga. “A sensibilidade aos FODMAPs pode variar entre os indivíduos e pode ser potencializada de acordo com a quantidade consumida e alterações na microbiota intestinal”, explica a nutricionista.

ROCKETCLIPS, INC/SHUTTERSTOCK
Alimentos naturais FODMAPs

De frutas como a maçã a temperos como alho, conheça os principais alimentos FODMAPs:

Frutas como maçã, manga, pêra, cereja, nectarina, caqui, melancia e frutas secas


Verduras e legumes como aspargos, alho-poró, cebola, alho, alcachofra, milho, beterraba, couve flor e batata doce

Grãos como ervilha, soja, trigo, cevada, centeio, grão-de-bico, lentilha

Latícínios como leite de vaca, de cabra, ovelha, queijo ricota e iogurte

Dieta Low FODMAP


Ana Paula Pujol explica que uma dieta Low FODMAP é eficaz no tratamento destes sintomas, mesmo em pessoas sem o diagnóstico de doenças, mas que sentem estes desconfortos abdominais após ingerir estes alimentos.

De acordo com a nutricionista, o tempo da dieta varia entre 2 e 8 semanas e está dividido em fases, como a eliminação dos FODMAPs, a reintrodução e a personalização do cardápio de acordo com a necessidade de cada organismo.

Fonte: VIX