Notícias de Última Hora

Ex-conselheiro tutelar é preso suspeito de abusar de meninos em Abaetetuba

Segundo a Polícia Civil, homem usava pretexto de deixar as crianças usarem a internet da sede do Conselho Tutelar para abusar sexualmente delas


Um ex-conselheiro tutelar foi preso sexta-feira (18) pela Polícia Civil em cumprimento a um mandado de prisão preventiva em Abaetetuba, nordeste do Pará. O homem, que exerceu o cargo de conselheiro até julho de 2018, responde a um processo criminal por estupro de vulnerável.


De acordo com o inquérito policial, foi constatado que o ex-conselheiro tutelar atraía crianças do sexo masculino para a sede do Conselho Tutelar Rural. Ele usava a desculpa de permitir que os meninos usassem a Internet do local, sempre aos finais de semana ou após o final do horário de expediente. No local, ele exibia para as crianças cenas de sexo explícito praticado por adultos e por crianças. Ainda conforme as denúncias, ele tocava os órgãos genitais dos meninos e lhes mostrava as partes íntimas.

A ordem de prisão foi cumprida por policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca) de Abaetetuba. Em setembro de 2018, o suspeito chegou a ser preso em flagrante pela mesma equipe policial durante cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão. Na época, os policiais localizaram uma série de materiais de pornografia infantil nos computadores do acusado.

Após a divulgação da prisão do ex-conselheiro, várias pessoas procuraram a delegacia para denunciar outros supostos fatos criminosos praticados por ele. A partir das denúncias, as investigações foram iniciadas pela Deaca, que coletou provas dos crimes e solicitou à Justiça medida cautelar de prisão preventiva.

G1