Notícias de Última Hora

Sobe para 34 o número de mortos; paraense está entre os desaparecidos

Na sexta-feira (25), a paraense publicou uma foto em suas redes sociais, usando o uniforme da empresa, momentos antes de ir ao trabalho

 (Foto: Arquivo Pessoal)
A paraense Lenilda Andrade, ex-moradora de Parauapebas, está entre os desaparecidos, vítimas do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, que aconteceu na última sexta-feira (25), no município de Brumadinho, interior de Minas Gerais.


Segundo informações, Lenilda era funcionária da mineradora Vale e foi transferida em 2016 para a unidade mineira. Os pedidos de ajuda e de busca foram iniciados por amigos e familiares da moça, através das redes sociais.

O último registro da paraense foi nas redes sociais quando ela publicou uma foto, vestida com o uniforme da empresa, momentos antes de se dirigir ao trabalho na última sexta.

NÚMERO DE MORTOS AUMENTOU

Subiu para 34 o número de mortos no rompimento da barragem do município de Brumadinho, interior de Minas Gerais. O quantitativo supera agora a tragédia em Mariana, que aconteceu há três anos e matou 19.

Até o momento, 46 pessoas foram resgatadas com vida. A tragédia deixou 81 pessoas desabrigadas e outras 23 hospitalizadas. A expectativa é que o trabalho do Corpo de Bombeiros deve durar duas semanas.

(Com informações do Portal do Holanda e Portal F5)