Notícias de Última Hora

A petista Erika Kokay virou ré por peculato


Acusada de desviar salário de assessora, a parlamentar do Partido dos Trabalhadores (PT), Erika Kokay, vira ré.


A 1ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) acatou a denúncia por peculato contra a deputada federal Erika Kokay (PT) e o ex-chefe de gabinete da parlamentar Alair José Martins Vargas.

Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), o caso, que envolve a ex-servidora Vânia Gomes, teria ocorrido entre dezembro de 2006 e outubro de 2007.


Em depoimento, Vânia afirmou que o chefe de gabinete da deputada, na época quando Erika ainda era distrital, a convidou para ocupar nova função, com acréscimo salarial.

A ressalva era que Vânia deveria “devolver” parte do salário que excedesse o recebido.

À época, a quebra do sigilo bancário teria confirmado repasses de ao menos R$ 13 mil da assessora para a conta de Erika Kokay.

Com informações do Metrópoles