AO VIVO

Notícias de Última Hora

"Não havia nem tempo para mirar, havia tantos alvos" diz atirador

Crédito: Reprodução
No vídeo em que transmitiu o ataque terrorista que fez contra uma mesquita na Nova Zelândia, o australiano Brenton Tarrant, apontado pelas autoridades como o autor do vídeo, fez comentários sobre a ação. "Não havia nem tempo para mirar, havia tantos alvos. Havia tantas pessoas, o estacionamento estava cheio", disse.

No documento de 74 páginas publicado na internet, Tarrant contou que seu objetivo era "criar uma atmosfera de medo" e "incitar a violência" contra imigrantes, valendo-se da cobertura da imprensa sobre o atentado para propagar suas ideias.

Eu escolho as armas pelo efeito que elas terão no discurso social, a cobertura midiática adicional que elas terão e o efeito que podem ter na política dos EUA e na situação política do mundo.- Diz um trecho do manifesto.

Ele também evocou um documento escrito por Anders Behring Breivik, terrorista norueguês que matou 77 pessoas em 2011. Segundo ele, um breve contato com Breivik, foi sua verdadeira inspiração.

Tarrant disse ainda que estaria vingando a morte da menina sueca, morta em 2017 em um ataque jihadista. Ebba Akerlund, uma sueca de 11 anos, morreu atropelada por um caminhão em uma rua comercial de Estocolmo por Rakhmat Akilov, um imigrante do Uzbequistão.

A mãe da menina condenou o ataque. "Vai contra tudo o que Ebba defendia", declarou Jeannette Åkerlund, à TV pública SVT. "Ela espalhava atenção e amor a seu redor, não o ódio. Estou sofrendo com as famílias afetadas e condeno todas as formas de violência".

O autor do atentado de Estocolmo foi condenado à prisão perpétua em junho de 2018. Antes do ataque, que resultou em cinco mortos, ele prometeu fidelidade ao grupo Estado Islâmico.