Notícias de Última Hora

Tragédia em Suzano: tiros deixam 10 mortos em escola

Escola Estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano, na Grande São Paulo

Reprodução
Dois adolescentes invadiram a escola estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano, na Grande São Paulo, na manhã desta quarta-feira (13), e dispararam contra alunos e funcionários. A Polícia Militar confirmou a morte de cinco crianças — quatro meninos e uma menina — e um funcionário no local. Outras duas vítimas não identificadas foram socorridas, mas morreram no hospital. Os dois atiradores se suicidaram.


O comandante-geral da PM, coronel Marcelo Salles, detalhou a ação em etapas:

— na vizinhança a dupla atacou um comerciante de um lava-rápido, que foi socorrido em um hospital;

— em seguida, os dois entraram na escola encapuzados e atiraram em quatro alunos do ensino médio que estavam no pátio durante o recreio;

— o próximo passo foi tentar atacar estudantes de um centro de idiomas, que conseguiram trancar a porta de acesso;

— os atiradores se suicidaram em um corredor logo após a chegada da Polícia Militar.


A PM também informou que os dois portavam um revólver calibre 38, quatro carregadores com munição, uma arma medieval de flechas (conhecida como besta) e artefatos com potencial explosivo que ainda estão sendo examinados pela polícia.

“Foi a cena mais triste que já vi em toda a minha vida”, afirmou o governador João Doria, que cancelou sua agenda e seguiu para o local. “Fiquei consternado com o que vi aqui.”

A escola Raul Brasil tem 1.066, sendo que 65% cursam o ensino médio e o restante, os anos finais do ciclo fundamental. A unidade conta com 54 professores.


Por Tiago Muniz | Jovem Pan