Notícias de Última Hora

Trump denuncia perseguição contra conservadores nas redes sociais


Ao lado do presidente brasileiro, Trump criticou a atuação das gigantes tecnológicas contra conservadores.


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (19) que é preciso fazer alguma coisa em relação à “discriminação” de conservadores nas redes sociais.

Questionado por uma jornalista norte-americana sobre a ação do deputado republicano Devin Nunes contra o Twitter, Trump respondeu:



“É diferente de como costumava ser. As pessoas são retiradas, não conseguem se comunicar. São republicanos, conservadores. Eu observo isso no Twitter, no Facebook.”

Nunes acusa o Twitter de ocultar secretamente publicações de usuários conservadores, sistematicamente censurando pontos de vista opostos, e totalmente “ignorando” queixas de comportamentos abusivos.

Ao lado do líder brasileiro Jair Bolsonaro, o presidente dos Estados Unidos acrescentou:

“Usamos o termo conluio. Existe, sim, conluio. Alguma coisa deve estar acontecendo por trás. Vemos o ódio que existe com relação a certo grupo de pessoas, que, por acaso, estão no poder, que ganharam as eleições. Diria que é muito injusto. Acho que nós precisamos apurar essa situação e seria justo dizer que precisamos tomar alguma atitude.”

Fonte: Renova Mídia