Notícias de Última Hora

TSE multa Haddad por impulsionar conteúdo contra Bolsonaro


Apesar de passar boa parte da campanha acusando seu adversário de impulsionar fake news, Haddad foi punido pelo TSE por divulgar informações falsas contra Bolsonaro.


O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, determinou que o petista Fernando Haddad pague multa no valor de R$ 176 mil por impulsionar propaganda negativa na internet contra seu opositor nas eleições do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro.

A representação foi movida contra o impulsionamento do site “A Verdade Sobre Bolsonaro”, que veiculava informações prejudiciais contra o então candidato do PSL à Presidência.



Para o ministro Fachin, o nome do site já sugeria conotação negativa.

O ministro acrescenta que o objetivo da regra inserida pela Minirreforma Eleitoral, de 2017, não é o de coibir a veiculação de críticas aos candidatos, mas a contratação do impulsionamento desse tipo de conteúdo.

O valor da multa foi estipulado em duas vezes a quantia que o Partido dos Trabalhadores (PT) pagou ao Google para impulsionar o site — e também por ter excedido em 30.000 reais o valor máximo permitido para este tipo de contratação.


Com informa~ções daVEJA.