Notícias de Última Hora

Bolsonaro responde a Lula e diz que governo não é de cachaceiros

Petista havia dito em entrevista que o Brasil é governado por 'um bando de malucos'

Presidente, Jair Bolsonaro, conversa com jornalistas depois de visita privada a uma criança na favela da Estrutural, em Brasília - 27/04/2019 (Adriano Machado/Reuters)
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) rebateu neste sábado, 27, declaração feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no dia anterior. O petista afirmou que o Brasil é governado por um “bando de malucos”.


Segundo Bolsonaro, “pelo menos não é um bando de cachaceiros” que está à frente da administração federal. Ele também criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de autorizar a entrevista que Lula concedeu a dois veículos de imprensa. O petista foi condenado no processo do tríplex do Guarujá e está preso em Curitiba há mais de um ano pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.


“Pelo menos não é um bando de cachaceiros, né?”, disse Bolsonaro a jornalistas. “Olha, eu acho que o Lula, primeiro, não deveria falar. Falou besteira. Quem era o time dele? Grande (parte) está preso ou sendo processado”, declarou.

“Eu acho que foi um equívoco, um erro da Justiça ter dado o direito de dar uma entrevista. Presidiário tem que cumprir sua pena”, acrescentou.

Em entrevista aos jornais Folha de S.Paulo e El País, o ex-presidente disse que o Brasil precisa fazer uma autocrítica. “Vamos fazer uma autocrítica geral nesse país. O que não pode é esse país estar sendo governado por esse bando de malucos que governa o país. O país não merece isso e sobretudo o povo não merece isso”, disse Lula.

Por Reuters