AO VIVO

Notícias de Última Hora

Rússia diz que abriu centro de treinamento de helicópteros militares na Venezuela

Mais recente gesto de apoio de Moscou a Maduro aconteceu no mesmo dia em que Washington fez alerta contra presença russa no país

Um helicópter Mil Mi-28 Night Hunter em uma competição militar na Rússa Foto: VITALIY TIMKIV / AFP 28-3-19
A Rússia abriu um centro de treinamento na Venezuela para ajudar os pilotos do país a conduzir helicópteros militares de fabricação russa, disse a empresa estatal russa Rostec na segunda-feira. Se confirmado, este é o mais recente sinal de apoio de Moscou ao presidente Nicolás Maduro.


A Rostec disse que o centro foi inaugurado na quinta-feira da semana passada, no mesmo dia em que a Casa Branca emitiu um alerta para Moscou e outros países, prevenindo-os contra o envio de tropas e equipamentos militares para apoiar Maduro. No comunicado, os EUA diziam que encarariam tais ações como uma "ameaça direta" à segurança da região.


Washington, que apoia o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, fez a advertência depois que dois aviões da Força Aérea russa transportando cerca de cem militares desembarcaram no principal aeroporto da Venezuela.

A Rostec disse que novo centro de treinamento, cuja localização não foi divulgada, foi montado com a ajuda de especialistas russos e foi projetado para ensinar condutores venezuelanos a pilotar helicópteros de guerra russos Mi-35M, assim como helicópteros de transporte militar russos.

A instalação foi aberta sob contrato com a produtora estatal de armas venezuelana Cavim. A Rostec disse que, se possível, desejar aprofundar a cooperação militar e técnica com o Ministério da Defesa da Venezuela,.



A Rússia, que também forneceu caças, tanques e sistemas de defesa aérea para a Venezuela, rejeitou as críticas dos EUA à cooperação militar com Caracas, dizendo que isso não interfere nos assuntos internos do país latino-americano e não representa uma ameaça à estabilidade regional. A China também emitiu um alerta em apoio a Maduro, dizendo que os especialistas russos em solo venezuelano são uma questão de política interna, que não diz respeito a outros países.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que "a Rússia precisa sair" da Venezuela e que "todas as opções" estão abertas para forçá-la a reduzir sua ajuda para Maduro, aumentando a perspectiva de novas sanções dos EUA contra Moscou.

Fonte: Reuters o Globo