Notícias de Última Hora

Aeronave que caiu ao decolar de Altamira estava em suposto esquema de tráfico


Um inquérito para investigar o desaparecimento de três passageiros que estavam no monomotor brasileiro que caiu no Suriname foi aberto pela Polícia Civil. O Cessna decolou do aeroporto de Altamira, sudeste paraense, no domingo (28/04).

De acordo com o jornal Suriname Times, a bordo do Cessna encontrado em território Surinamês, havia drogas. Elas teriam sido retiradas antes do avião pegar fogo pelas pessoas que esperavam por ele.

Segundo o chefe de Polícia Roberto Prade, ao que tudo indica, a aeronave brasileira foi ao local entregar uma carga de drogas. “Pegadas e marcas de pneus foram encontradas na área que poderiam explicar”, revela hipótese. “O corpo do piloto também não mostrou sinais de violência e foi apreendido”.

Um corpo que estava a poucos metros do avião foi encontrado na terça-feira (30/04) e identificado como o brasileiro Ruy Fernandes Freitas Carvalho, de 47 anos, que também era piloto.

Além dele, Marcos Vinícius da Silva, conhecido como Kiko, e outros dois passageiros também estavam no avião. Apenas o corpo de Ruy foi encontrado.

Em entrevista, o pai de Kiko, o também piloto Marcão, informou que o filho iria fazer uma rota até a cidade de Ariquemes, em Rondônia.


Fonte: DOL