Notícias de Última Hora

É uma declaração de guerra ao Congresso’, diz MBL sobre protestos


“É uma declaração de guerra ao Congresso”, disse uma liderança do alto escalão do MBL sobre os protestos do dia 26 de maio.


O coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Renan Santos, ignorou a intensa repercussão negativa nas redes sociais sobre as decisões recentes do grupo.


O movimento político passou a ser alvo de duras críticas após classificar as pautas dos protestos convocados para o próximo domingo, dia 26 de maio, como “antirrepublicanas”.

“Eu to pouco me lixando pra essa campanha de ódio dos minions”, escreveu Renan neste domingo (19) em reposta aos comentários negativos.



Segundo o membro do MBL, o objetivo dos protestos “não é fechar o parlamento — até porque não têm bolas pra isso. Eles querem emparedar as instituições demonizadas. É uma aposta alta”.


Renan afirma que o “clima, em termos republicanos, é péssimo” para realização de protestos.

“O sucesso de um ato girando em torno dessa retórica é PÉSSIMO PRAS REFORMAS. É uma declaração de guerra ao Congresso. Qualquer pessoa minimamente responsável não apoia uma insanidade dessas”, acrescentou o coordenador nacional do movimento.


Fonte: Renova Mídia