Notícias de Última Hora

Globo diz que Bolsonaro precisa largar agenda de ‘extrema direita’

Segundo o jornal, o “toma lá, dá cá” faz parte da democracia brasileira



“Bolsonaro tem de evitar ser chefe de grupo sectário” é o título do editorial publicado pelo jornal O Globo nesta terça-feira (21).


“O presidente precisa abandonar a agenda de extrema direita com a qual seu governo anima milicianos digitais, sem qualquer resultado positivo para o país”, afirma o texto publicado pelo periódico do grupo Globo.

Segundo o jornal, o “toma lá, dá cá” faz parte da democracia brasileira:


“São conhecidas as corporações que atuam no Congresso para manter privilégios inaceitáveis. Mas é parte dos embates democráticos. O apoio da sociedade, se ela for bem informada sobre de que se trata, será maciço para o fim dessas benesses.”


O editorial pede para o presidente da República, Jair Bolsonaro, deixar de ser um “chefe de grupo sectário” e agir como chefe de Estado:

“Bolsonaro tem de assumir o mandato que lhe foi dado por uma diversificada composição de eleitores. Precisa dedicar-se a agendas de interesse amplo. Não ao sabor de slogans e delírios extremistas. Bolsonaro tem de ser presidente, e deixar de adotar posturas de chefe de grupo sectário.”

Fonte: Renova Mídia