Notícias de Última Hora

Governo diz que acordo com EUA sobre OCDE está mantido


“Se a mídia brasileira se informasse melhor, saberia que há um impasse sobre o número de vagas a serem abertas na organização”, afirmou Martins.


O Assessor Especial para Assuntos Internacionais do governo, Filipe G. Martins, comentou nesta terça-feira (7) sobre as notícias envolvendo a relação entre Brasil, Estados Unidos e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).


Vários sites da velha imprensa brasileira publicaram matérias alegando que o governo Donald Trump havia descumprido um compromisso feito durante a viagem do presidente da República, Jair Bolsonaro, a Washington, no último mês.

“EUA mantêm bloqueio na OCDE e não cumprem barganha com Brasil”, diz o título de uma nota do blog O Antagonista.


Em mensagem nas redes sociais, Martins declarou:

“A posição do governo americano em relação ao ingresso do Brasil na OCDE é exatamente a mesma que foi adotada pelo Presidente Donald Trump no dia 19 de março: a de apoio claro e inequívoco ao início do processo de ingresso do nosso país na organização.”



Segundo matéria do jornal Valor Econômico, apesar da promessa de Trump, de que auxiliaria o Brasil a se tornar membro da organização, “em uma reunião do Conselho de Representantes ocorrida hoje, os EUA mantiveram o bloqueio ao processo de análise do ingresso do Brasil e de outros países”.

Ainda através do Twitter, Filipe Martins explicou:

“Se a mídia brasileira se informasse melhor, saberia que há um impasse sobre o número de vagas a serem abertas na organização, decisão que demandará consenso: enquanto países europeus desejam abrir 6 vagas, outros desejam abrir apenas 4, mas todos apoiam o acesso do Brasil.”


Fonte: Renova Mídia