Notícias de Última Hora

Vídeo mostra 'interrogatório do crime' de homem achado esquartejado em Mosqueiro

(Foto: Reprodução)
Circula nas redes sociais, nesta quarta-feira (1º), um vídeo que mostra as cenas de tortura e o interrogatório de um homem que foi morto, decapitado e esquartejado no distrito de Mosqueiro, em Belém. O corpo foi encontrado, nesta terça-feira (30), no bairro Carananduba, também em Mosqueiro.

O vídeo mostra o “interrogatório” feito por criminosos, que acusam o homem - identificado apenas pelo apelido “Nhonho” - de atuar junto a milicianos na Região Metropolitana de Belém.


Os criminosos que interrogam a vítima fazem-a confessar que foi responsável pela morte de um adolescente de 13 anos e que tinha ligações com um miliciano. “Ele [o miliciano] matou dois bandidos na feira do Icuí. Matou uma família, também. Tu não trabalhava com o cara? Matou o moleque de 13 anos por que?”, questiona o criminoso, no vídeo.

Os executores ainda fazem a vítima “rezar” e pedir desculpas a Deus. “Diz, papai do céu. Me perdoe, por ter passado uma pessoa inocente, por isso vou morrer agora”, diz o assassino nas imagens.

Na gravação, é possível ouvir diversas vozes, além do homem que interrogava a vítima, por isso a polícia procura mais quatro pessoas pelo envolvimento na morte e esquartejamento de “Nhonho”.

Em determinado momento do vídeo, os executores também fazem referências à facção Comando Vermelho.

O corpo do jovem foi encontrado, em uma área de um condomínio residencial no bairro do Carananduba, em Mosqueiro, com os pés e mãos decepados, além de diversos cortes nas costas e sem a cabeça.


(DOL)