Notícias de Última Hora

Boeing anuncia colaboração com startup de táxis voadores

A Kitty Hawk já desenvolveu o Cora, um táxi autônomo totalmente elétrico que, aparentemente, funcionou bem no ano passado durante os testes


A Boeing anunciou que está trabalhando com a Kitty Hawk para "fazer progressos na mobilidade aérea urbana de forma segura". A empresa não forneceu muito mais detalhes além disso, mas apenas o fato de uma companhia desse porte ter entrado no negócio de táxis aéreos já é o suficiente para nos deixar animados.


"Trabalhar com uma empresa como a Kitty Hawk nos aproxima do nosso objetivo de avançar de forma segura para o futuro da mobilidade", disse Steve Nordlund, vice-presidente e gerente geral da Boeing NeXt, em um comunicado. "Temos uma visão compartilhada de como serão transportados pessoas, bens e idéias no futuro, bem como o ecossistema regulador e seguro que sustentará tudo".


A Kitty Hawk desenvolveu o Cora, um táxi autônomo totalmente elétrico que, aparentemente, funcionou bem no ano passado durante os testes na Nova Zelândia. O Cora seria capaz de voar a 177 quilômetros por hora e em altitudes entre 150 e 900 metros. Mas, como todos os outros modelos do gênero, ele ainda não está pronto para o público. 

Sebastian Thrun, uma das mentes por trás do Google X, é o fundador e CEO da Kitty Hawk e tem uma longa história de desenvolvimento de novas tecnologias, desde robôs DARPA até carros autônomos.

"A Kitty Hawk nasceu para desenvolver tecnologia de voo e trazer novidades", disse Thrun. "Estou entusiasmado com o fato de que nossas empresas trabalharão juntas para acelerar a chegada de vôos elétricos com segurança".



A parceria é um bom sinal de que o negócio dos táxis voadores realmente vai para frente. Vale lembrar que ele serviria para decolagem e vôos verticais e não como aqueles carros voadores de cinema. Ou seja, você não veria nenhum veículo andando na estrada e, então, abrindo as asas e voando por cima do trânsito.

Olhar Digital Via: Gizmodo