Notícias de Última Hora

Bolsonaro diz que não se intimida com as pressões


“Poucos resistiriam às pressões que tenho enfrentado naquela cadeira presidencial”, afirmou Bolsonaro.


O presidente da República, Jair Bolsonaro, discursou, nesta terça-feira (11), na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Em sua fala, o chefe do Executivo reclamou de pressões que sofre no cargo, disse respeitar o Congresso e citou o nome de alguns ministros do governo que o acompanhava no palco.

À plateia de empresários, segundo a Folha, Bolsonaro declarou:

“Me desculpem aqui a sinceridade. Poucos resistiriam às pressões que tenho enfrentado naquela cadeira presidencial. Mas, quanto maiores as pressões, mais vontade eu tenho de continuar.”


O presidente também falou sobre liberdade econômica e redução do Estado:

“Vamos cada vez mais buscar fazer um Brasil próximo do que são os Estados Unidos”.

Bolsonaro afirmou ainda estar em sintonia com os presidentes das duas Casas Legislativas:

“A nossa classe política tem melhorado ao longo dos últimos anos, contrariando Ulysses Guimarães, que dizia que o depois [legislatura seguinte] era sempre pior que o anterior. Eu acredito no Parlamento.”

Com informações da Folha