Notícias de Última Hora

Em live, Bolsonaro defende fim dos simuladores de direção nas autoescolas

Bolsonaro voltou a defender o fim dos simuladores nas autoescolas

Divulgação Flickr/Planalto
O presidente Jair Bolsonaro defendeu o fim dos simuladores nas autoescolas como forma de baratear os custos para se tirar carteira de motorista no Brasil. A declaração foi dada nesta quinta-feira, em transmissão ao vivo nas redes sociais, nesta quinta-feira (6).

Segundo ele, o custo do simulador de direção, é de 300 reais. Ele estava acompanhado da ministra Tereza Cristina, do ministro Paulo Guedes e do ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque. “A ideia é acabar com os simuladores. Vamos ajudar o povo que quer dirigir a tirar sua carteira”, afirmou Bolsonaro.


O presidente ainda defendeu que qualquer médico credenciado possa dar atestado da condição de saúde de quem quer tirar a habilitação. Desta forma, os custos seriam barateados, já que o serviço não seria restrito a clínicas credenciadas pelo Detran.

Com informações do repórter Afonso Marangoni