Notícias de Última Hora

Estudantes lançam manifesto contra UNE


A UNE, movimento que diz representar todos os estudantes do Brasil, apoia o ditador venezuelano Nicolás Maduro e é suspeita de utilizar de forma “desordeira” os recursos públicos.


Um grupo de estudantes conservadores do Distrito Federal se reuniu, no último sábado (22), para afirmar que a “União Nacional dos Estudantes (UNE) não os representa”.

O manifesto foi lançado no 1º Encontro Estudantil do movimento Direita DF, que contou com a presença de Filipe G. Martins, assessor internacional do presidente da República, Jair Bolsonaro, da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) e do fundador do projeto Escola sem Partido, Miguel Nagib.



“Denunciamos a UNE como mais um tentáculo de força política promotora não só da nefasta ideologia socialista e do projeto de poder latino, mas também de todo o criminoso conjunto de agendas de controle sócio-comportamental e cognitivo totalitário”, diz o manifesto.

O movimento Direta DF também afirma que tudo o que a UNE “fez ao longo de sua existência está relacionado a interesses, revolucionários, subversivos”.

“A UNE não pode mais ser vista como uma entidade comprometida com a educação, cultura, e congêneres. Antes, deve ser denunciada como inimiga da ciência, dos pesquisadores e dos verdadeiros estudantes”, denuncia o grupo.

Com informações do jornal Gazeta do Povo