Notícias de Última Hora

Juíza que soltou assassinos do Sargento foi punida pelo CNJ em 2012

Juíza Ana Paula Braga já foi punida pelo CNJ por favorecimento a réu - foto: recorte
Mesmo negando ter pedido ‘privilégios’ em troca de sentença, a juíza Ana Paula de Medeiros Braga foi punida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2012, com uma pena leve. O pleno do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou por 13 a 2, a transferência da juíza de Coari por suspeita de ela ter favorecido o ex-prefeito da cidade, Adail Pinheiro, na época.


Segundo o processo, a magistrada Ana Paula Medeiros Braga foi flagrada em escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal e autorizadas pela Justiça, na Operação Vorax, em 2008.

De acordo com a Polícia Federal, os áudios indicavam que Ana Paula Braga teria pedido emprego para o namorado, passagens aéreas e até um camarote para o carnaval do Rio de Janeiro em troca de decisões judiciais, que livraria Adail Pinheiro de depoimento sobre os crimes de formação de quadrilha e bando, fraude em licitações, falsificação de documentos, peculato, entre outros.


A magistrada disse na época, “que apenas mantinha uma relação social com as autoridades locais”, no caso, o prefeito Adail Pinheiro, o favorecido por ela.

A juíza volta à cena agora, com a soltura de assassinos confessos, que executaram a tiros o sargento PM, Luiz Carlos da Silva Costa. Mesmo os bandidos sendo pegos por câmeras de vigilância da loja onde trabalhava, com muita nitidez, a juíza desconsiderou os fatos e provas, para liberar os assassinos ‘sobe frágil alegações’ dos advogados de defesa.

Ela não foi encontrada para esclarecer a decisão. Mais uma vez, a decisão da juíza teve grande repercussão na mídia e na opinião pública.

Assista o vídeo que mostra os assassinos confessos que foram liberados em audiência de custódia para responder em liberdade:


Com informações do site Correio da Amazônia