Notícias de Última Hora

“Não vou pedir desculpas por ter aplicado a lei contra a corrupção”, diz Moro

Moro negou a existência de um “conluio” com a força-tarefa da operação
Na manhã desta sexta-feira, 14, Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública comentou o vazamento de supostas conversas dele com o procurador Deltan Dallagnol, da Lava Jato.


Moro assegurou que ‘cumpriu seu dever’ e ‘aplicou a lei contra a corrupção e o crime organizado’.


Ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’, o ministro disse que “se quiserem publicar tudo, publiquem. Não tem problema”, em referência aos diálogos divulgados pelo ‘The Intercept’.

E completou:

“Não vou pedir desculpas por ter cumprido o meu dever e ter aplicado a lei contra a corrupção. Agi dentro da legalidade. Não vou pedir desculpas por ter cumprido o meu dever e ter aplicado a lei contra a corrupção e o crime organizado.”