Notícias de Última Hora

O Globo mente para criticar Moro, é desmascarado e se obriga a corrigir


O jornal O Globo, não perdeu a oportunidade e embarcou na mentira criada pelo Intercept e Reinaldo Azevedo.


O jornalista decadente publicou que Sergio Moro pediu o afastamento de uma procuradora que iria acompanhar o caso de Lula.


Após a mentira ser desmascarada pelo Ministério Público, o jornal foi obrigado a se retratar e publicou a seguinte nota:

"O GLOBO errou ao informar que o ministro da Justiça, Sergio Moro, havia pedido a substituição de uma procuradora em arguição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no curso da Operação Lava-Jato. Em mensagens de 2017 obtidas pelo site "The Intercept", Moro, então juiz da força-tarefa, apenas critica o desempenho de Laura Tessler. O atual ministro diz que Tessler é "excelente profissional, mas para inquirição em audiência, ela não vai muito bem". E pede ao procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, que, "com discrição", "tente dar uns conselhos" e sugere um treinamento. A informação estava em reportagem sobre nova leva de mensagens do site "The Intercept", publicada nesta quinta, e que já foi corrigida.

Em nota enviada nesta quinta-feira, o Ministério da Justiça informou que não reconhece a autenticidade das mensagens, "pois pode ter sido editada ou adulterada pelo grupo criminoso, que mesmo se autêntica nada tem de ilícita ou antiética". "Cabe esclarecer que o texto atribuído ao Ministro fala por si, não havendo qualquer solicitação de substituição da procuradora, que continuou participando de audiências nos processos e atuando na Operação Lava Jato."


Os 'jornalistas' da extrema imprensa estão tão afoitos no afã de derrubar Sergio Moro, que acabam passando uma vergonha atrás da outra.

Fonte: Jornal da Cidade