Notícias de Última Hora

RhuanVive? O menino esquartejado por casal lésbico e o silêncio dos “ativistas”


O menino Rhuan Maycon, de 9 anos, assassinado pela própria mãe, Rosana Auriculada da Silva Cândido, na última sexta-feira (31), teve o pênis cortado há cerca de um ano em um procedimento caseiro.


Junto da mãe estava a companheira dela, Kacyla Priscyla Santiago Damasceno, que participou não apenas do assassinato, mas de outras torturas e humilhações às quais a criança foi exposta. Segundo a polícia, a filha de Kacyla, também era maltratada.

Uma das acusadas, Rosana Auri da Silva Candido era mãe da vítima, Rhuan Maycon da Silva Castro
Muito se falou no casal Nardoni, Suzane Von Richthoffen, mas pouco se fala em Rosana e Kacyla, as assassinas de Rhuan.


Única figura pública que bateu de frente foi a Ministra Danares Alves. Mas onde está a revolta dos formadores de opinião? Onde estão os ativistas judiciais? Onde estão os especialistas, os discursos indignados e as camisetas com o slogan RHUAN VIVE?

Você consegue ouvir este som em meio a balbúrdia de nosso país?

Uma voz que os porta vozes da ideologia de gênero não querem deixar ninguém ouvir, pois Rhuan atrapalha os planos dos ideológicos militantes.

Por Patrick Ignaszevski – Republica de Curitiba