Notícias de Última Hora

Fux defende prisão em segunda instância e critica protagonismo do STF

Luiz Fux criticou o protagonismo do STF na sociedade brasileira

Fátima Meira - Estadão Conteúdo
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, defendeu a prisão em segunda instância. Nesta sexta-feira (5), ele esteve presente em um evento para investidores em São Paulo e disse que “é inaceitável repudiar a prisão em segunda instância”.


Fux ainda reiterou o discurso de combate à corrupção, enfatizando que é necessário “criar um novo padrão ético na sociedade brasileira”, e garantiu que a operação Lava Jato irá continuar.

No discurso, o ministro também criticou a postura dos magistrados, destacando um possível protagonismo excessivo do STF na sociedade brasileira. Apesar da crítica feita, Fux não citou nenhuma pessoa em específico.



O ministro finalizou o discurso afirmando que o Brasil irá crescer com as privatizações, com a abertura do mercado, as aprovações das reformas e com o novo acordo entre União Europeia e Mercosul.

Por Jovem Pan