SBT BRASIL NOVO - ENTREVISTAS - SOLIMAR MACHADO NOVO SEC DA SEMMA

ENTREVISTA DE SOLIMAR MACHADO SEC. DA SEMMA Assista no YouTube: https://youtu.be/QUaizCWwpKc

Posted by TV Cidade News on Friday, August 23, 2019

Notícias de Última Hora

Governo pode anunciar liberação de R$ 63 bilhões do FGTS e PIS/Pasep nos próximos dias


A equipe econômica do governo tem um pacote de medidas pronto para impulsionar a atividade e que pode ser anunciado nos próximos dez dias, afirmou Paulo Guedes, ministro da Economia, em entrevista ao Valor Econômico.


Guedes apontou ao jornal que sua expectativa é de liberação de R$ 42 bilhões do FGTS, a serem sacados no mês de aniversário dos correntistas. No caso do PIS/Pasep, ele prevê que R$ 21 bilhões ficarão disponíveis, mas só R$ 2 bilhões devem ser efetivamente retirados pelos trabalhadores. Na quinta-feira devem ser divulgadas as regras para o FGTS e PIS/Pasep.


A ideia em estudo é limitar os saques das contas ativas, de até R$ 5 mil, em 35% do saldo; de até R$ 10 mil, em 30% do saldo; e acima de R$ 10 mil, em 10% do saldo. Ainda se estuda uma faixa intermediária, entre R$ 10 mil e R$ 50 mil. O calendário da liberação do dinheiro seria feito com base na data de aniversário.

Como a votação da reforma da Previdência no segundo turno na Câmara ficou para depois do recesso, no início de agosto, e a do Senado só deve se encerrar em setembro, as medidas devem sair antes da conclusão do término da Previdência. Segundo aponta o Estadão, integrantes da equipe econômica avaliam que é preciso anunciar um “pacotão de medidas” para mostrar que o governo estava trabalhando, mas priorizando a proposta que modifica as regras previdenciárias.

No final de maio, Guedes havia afirmado que pretendia liberar dinheiro da conta ativa do FGTS, mas condicionando às reformas. “Vamos liberar os saques do PIS/Pasep e FGTS muito em breve, assim que elas saírem”.



O ministro disse que as “torneiras” de recursos não podem ser abertas sem mudanças fundamentais para evitar “voo de galinha”. “Na hora que você faz as reformas e libera isso, é como se fosse uma chupeta de bateria, você dá a chupeta com a certeza que o carro vai andar”, comparou.

A equipe econômica também se prepara para anunciar nas próximas semanas ainda os detalhes de seu ambicioso programa de privatização, mas ainda estuda a melhor estratégia para divulgar o projeto. O programa poderá render até R$ 450 bilhões para os cofres do governo, de acordo com um levantamento do Estadão.


Fonte: Infomoney