Notícias de Última Hora

Heleno denuncia manipulação em dados sobre desmatamento no Brasil

“O maior preservador de ambiente do mundo é o Brasil”, disse o general Augusto Heleno


O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, afirmou que “se você somar os porcentuais que já anunciaram até hoje de desmatamento na Amazônia, a Amazônia já seria um deserto”.


Em entrevista à BBC News Brasil, publicada nesta quarta-feira (3), ao ser questionado sobre a crescente preocupação internacional sobre a política ambiental do governo de Jair Bolsonaro, Heleno disse que os índices de desmatamento na Amazônia são “manipulados”.

Durante a conversa com a emissora britânica, o ministro declarou:

“A Amazônia é brasileira e quem tem que cuidar dela somos nós. Esses índices de desmatamento são manipulados. Se você somar os porcentuais que já anunciaram até hoje de desmatamento na Amazônia, a Amazônia já seria um deserto.”


E acrescentou:


“No entanto, nós temos muito mais da metade da Amazônia intocada. E os países que nos querem cobrar o comportamento que eles acham correto nunca seguiram esse comportamento. O maior preservador de ambiente do mundo é o Brasil.”


O general da reserva não comentou especificamente a divulgação dos novos dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Segundo o órgão divulgou nesta semana, o desmatamento na Amazônia cresceu, em junho deste ano, quase 60% em relação ao mesmo mês de 2018.

Mais cedo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, também disse que “existem muitas distorções de informações” sobre o desmatamento no Brasil.

Fonte: Renova Mídia