Notícias de Última Hora

PT baiano é investigado por superfaturamento em contrato com empresa de energia eólica

5ª fase da Operação Descartes cumpriu mandados em Salvador, Lauro de Freitas e Milagres

(Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)
A Receita Federal e a Polícia Federal investigam supostos contratos superfaturados envolvendo a estatal de Minas Gerais, CEMIG, que teria pagado mais de R$ 40 milhões à empresa de energia eólica, Renova. Conforme os investigadores, parte deste dinheiro teria chegado às mãos de pessoas ligadas ao PT da Bahia e de Minas e ao PSDB de MG.


A 5ª fase da Operação Descartes, nomeada de “E o Vento Levou 2”, foi deflagrada nesta quinta-feira (25) e cumpriu mandados nas cidades baianas de Salvador, Lauro de Freitas e Milagres. Em Minas Gerais, agentes da PF e da Receita Federal visitaram endereços em Nova Lima, e ainda na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.


O PT se defendeu das acusações e afirmou em nota que “o ministro Sérgio Moro está fazendo uso político da Polícia Federal contra o PT, até em investigações sobre tucanos”.

Fonte: Varela Notícias