DESTAQUE I

EVENTOS - DIA DAS CRIANÇAS NA PRAIA NASCENTE DO SOL - VICINAL 13

DIA DAS CRIANÇAS NA PRAIA NASCENTE DO SOL - VICINAL 13 Assista também no YouTube: https://youtu.be/eN8n1AFFsDY

Posted by TV Cidade News on Sunday, October 13, 2019

Notícias de Última Hora

PT diz que operação da PF é ‘armação contra o partido’

Advogado afirmou que intenção de suposto hacker era vender conversas de Moro para o PT


Gustavo Santos, um dos presos na Operação Spoofing, contou nesta quarta-feira (24) à Polícia Federal (PF) que outro investigado, Walter Delgatti Neto, lhe disse que pretendia vender ao Partido dos Trabalhadores (PT) conversas interceptadas do ministro da Justiça, Sergio Moro.


O conteúdo do depoimento à PF foi revelado a jornalistas por Ariovaldo Moreira, advogado de Santos:

“O Walter disse [a Gustavo Santos] que a intenção seria vender ao PT. Meu cliente não sabe se ele [realmente] vendeu ou não, se entregou de graça para alguém, meu cliente não sabe.”

Santos, que é amigo antigo de Delgatti, nega que tenha participado da invasão de contas de Telegram de autoridades. Segundo Moreira, seu cliente estava afastado de Delgatti, após ele próprio ter sido hackeado pelo amigo.

Delgatti, então, teria mostrado as mensagens no seu computador, por meio de uma ligação de vídeo com Santos, numa possível tentativa de reaproximação.


O PT preparou nota na qual afirma que o inquérito aberto para investigar a invasão de telefones do ministro Moro e de outras autoridades é “mais uma armação contra o partido”.

No texto, assinado pela presidente da sigla, deputada federal Gleisi Hoffmann, e seus líderes no Congresso, a legenda afirma que Moro comanda a investigação da PF “com o claro objetivo de produzir mais uma armação contra o PT”.

Com informações do site Renova Mídia