Notícias de Última Hora

Romero Jucá e Sérgio Machado viram réus na Lava Jato

A denúncia foi aceita nesta quinta-feira pelo juiz Luiz Antonio Bonat, que substituiu Sergio Moro em Curitiba

Marcelo Camargo | Agência Brasil
Nesta quinta-feira (18), o ex-ministro do Planejamento e ex-líder do governo Michel Temer no Senado, Romero Jucá, tornou-se réu na Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.


A ação refere-se a um suposto esquema de corrupção em contratos da Transpetro.

A denúncia aceita nesta quinta-feira pelo juiz Luiz Antonio Bonat, que substituiu Sergio Moro em Curitiba, alcança também o ex-presidente da estatal Sérgio Machado.



De acordo com o MPF, Jucá recebeu propina de R$ 1 milhão da empresa Galvão Engenharia por conta de quatro contratos e sete aditivos celebrados com a Transpetro.

Os valores teriam sido pagos por meio de doação à campanha ao Senado em 2010.