Notícias de Última Hora

Diretor do Inpe éexonerado após desrespeitar Bolsonaro

“Claro que o meu discurso com relação ao presidente causou constrangimento”, disse Galvão


O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, decidiu exonerar, nesta sexta-feira (2), o diretor do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Ricardo Galvão, após ataques lançados contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.


Após afirmar ter tido uma conversa muito cortês com o ministro Pontes, em Brasília, o diretor declarou:

“Minha fala sobre o presidente gerou constrangimento, então eu serei exonerado.”

Galvão disse que o Inpe será preservado:

“Claro que o meu discurso com relação ao presidente causou constrangimento, no entanto eu tinha uma preocupação grande que isso fosse respingar no Inpe. Isso não vai acontecer.”


Semanas atrás, após divulgação de dados contestados sobre o desmatamento no Brasil, o presidente Bolsonaro acusou o Inpe de mentir sobre dados de desmatamento e de estar “agindo a serviço de uma ONG”.

Galvão rebateu o chefe do Executivo de forma ríspida, acusando Bolsonaro de ser um “covarde
, e afirmando que não iria pedir demissão.

Na ocasião, o ministro Marcos Pontes convocou Galvão para prestar esclarecimentos sobre as duras declarações feitas à imprensa.

Com informações do site G1