Notícias de Última Hora

IML libera 20 corpos das vítimas que morreram carbonizadas no massacre de Altamira

Até a tarde desta terça, apenas sete corpos foram liberados

Crédito: Bruno Santos / Agência France-Presse - Getty Images
A Unidade Regional (UR) do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” (CPCRC) de Altamira deu início na tarde desta terça-feira, 13, a liberação dos 20 corpos, dos 30 que foram carbonizados dentro do Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRAlt), que foram identificados após a realização de exame de DNA.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Na manhã da segunda-feira, 12, foi concluída a identificação dos corpos. O trabalho foi finalizado após analises de material genético dos familiares dos presos. Agora, é o momento de liberarem os corpos para os familiares. O Instituto Médico Legal (IML) informou que até a tarde desta terça, apenas sete corpos foram liberados, pois apenas parentes destes compareceram à UR para assinar os documentos de liberação.

Eles foram identificados como: Amilton Oliveira Câmara, Anderson Nascimento de Souza, Diego Walison de Sousa Reis, Geidson da Silva Monteiro, Itamar Anselmo Pinheiro, José Brandão Barbosa Filho, José Francisco Gomes Filho.

No decorrer da semana, os demais corpos serão liberados até o comparecimento de seus respectivos familiares. A direção da UR informa que os parentes devem trazer documentos de identificação originais, que fazem parte da determinação legal e burocrática para liberação dos corpos sem qualquer impedimento.

São estes os documentos exigidos para dar entrada na liberação: documento com foto do cadáver e do familiar que vai assinar a liberação, além do comprovante de endereço.

Com informações da Ascom/IML