Notícias de Última Hora

Líder da chapa de Cristina Kirchner responde Bolsonaro e o chama de ‘racista e violento’


Rebatendo críticas do presidente Jair Bolsonaro, o candidato kirchnerista à presidência da Argentina, Alberto Fernández, disse que o brasileiro é “um racista, um misógino e um violento que é a favor da tortura” durante entrevista para um programa de televisão argentino transmitido na noite de segunda-feira (12).

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Ele acrescentou ainda que celebra que “alguém como” Bolsonaro fale mal dele e que não tem problemas com isso. Bolsonaro é apenas “uma conjuntura, como foi Macri na Argentina”, completou, ao referir-se ao atual presidente argentino Maurício Macri.


Na mesma entrevista, ao canal Corea del Centro, Fernández defendeu a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula deveria estar livre para poder concorrer a uma eleição com ele [Bolsonaro]”. E alfinetou o ministro da Justiça, Sergio Moro: “Como posso acreditar na sentença de um juiz que depois vira ministro do candidato que era rival de Lula?”.

Na segunda-feira, Jair Bolsonaro disse que a volta de Cristina Kirchner, vice de Fernández, ao poder no país vizinho colocará a Argentina “no caminho da Venezuela” e que “não quer irmãos argentinos fugindo para cá”.

Com informações do site Comunidade.f7