Notícias de Última Hora

Mexeu com o presidente errado

‘Se ele comprou jatinho, ele faz parte do caos’, disse Bolsonaro

Werther Santana | Estadão Conteúdo
O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai começar a liberar a partir da próxima segunda-feira (19/8) informações do que o presidente Jair Bolsonaro chama de “caixa-preta do BNDES”.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Na noite desta quinta-feira, 15, o presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais para anunciar que a CPI do BNDES está próxima de vir à tona.

A medida faz parte da promessa de campanha de Bolsonaro em 2018.


Sem citar diretamente o nome do apresentador de Luciano Huck, Bolsonaro publicou:

“Segunda-feira já tem a primeira parte da caixa-preta do BNDES. Pessoal que comprou jatinho, pessoal que comprou jatinho… só dois bilhões de reais. Todo o pessoal com jatinho, gente amiga do rei. Gente que tá dizendo por aí, por exemplo, que estamos no último capítulo do fracasso do Brasil. ‘Eu sou opção para 2022’. Pode até ser, mas a gente vai mostrar o que você fez”, disse o presidente.

A declaração de Bolsonaro foi resposta as recentes declarações do global.

Huck disse que o governo Bolsonaro é o ‘último capítulo do que não deu certo’.



Reação inesperada de Luciano Huck

Segundo a Folha, o apresentador Luciano Huck disse a pessoas próximas que não esperava tamanha repercussão de seu comentário, que foi feito durante uma palestra.

Ainda segundo a matéria, Huck não pretende prosseguir com o assunto e teria sido aconselhado a colocar um ponto final em torno dessa polêmica.

No dia 14 de fevereiro de 2018, o portal R7, da RecordTV, mostrou que o apresentador usou, em 2013, um empréstimo de 17,7 milhões de reais do programa Finame do BNDES para comprar um jatinho particular da Embraer.

Fonte: Conexão Política