Notícias de Última Hora

Moraes segura no STF julgamento de liminar censurando TV do Amazonas

Ministro proibiu Rede Tiradentes de citar o senador cujo nome apareceu na Lava Jato

Ministro Alexandre de Moraes durante sessão do Supremo Tribunal Federal. Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
O ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu a Rede Tiradentes de rádio e TV, do Amazonas, de citar o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, várias vezes citado da Lava Jato. O senador obteve a censura apesar de os direitos à liberdade de expressão e à informação serem garantidos pela Constituição. Talvez por isso o ministro Moraes não permita que o processo seja julgado.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Decisões do STF consagram decisões que impedem a decretação de censura prévia aos veículos de comunicação.


O processo já começou a ser julgado duas vezes pelo chamado “plenário virtual” do STF, mas estranhamente foi retirado de pauta. Questionado, o STF confirmou a retirada de pauta, “sem data para retorno”.

O temor dos defensores da censura é que o STF respeite o próprio entendimento e anule o ato de violência contra a Rede Tiradentes.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder