Notícias de Última Hora

Norte Energia e Marinha capacitam barqueiros do Xingu


Na manhã de sexta-feira (16), um total de 59 ribeirinhos e profissionais que atuam com navegação na região da Volta Grande do Xingu, no sudoeste do Pará, participaram, no auditório do Centro de Eventos e Cursos de Altamira, de solenidade de encerramento do Curso para Formação de Aquaviários, promovido pela Norte Energia em parceria com Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Amapá.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Durante o evento, os formandos receberam suas carteiras de Marinheiro Fluvial Auxiliar de Convés e Marinheiro Fluvial Auxiliar de Máquinas. A partir de agora,seguindo as normas da Marinha do Brasil, eles estão autorizados a pilotar embarcações de arqueação bruta de até 10 toneladas, como as voadeiras erabetas de pequeno porte, de utilização comum nos rios da Amazônia.

Muitos dos formandos integram a Cooperativa de Pilotos de Barcos e Voadeiras do Xingu (Coopibavox), sediada em Altamira, além das cooperativas de Pilotos de Voadeira de Vitória do Xingu (Coopivovix) e de Pilotos de Voadeiras do Baixo Xingu e Baixo Amazonas (Coopivobax), sediadas nos municípios de Vitória do Xingu e Senador José Porfírio, respectivamente.


Em cinco dias de capacitação, os ribeirinhos estudaram disciplinas como navegação, manobras com embarcações, primeiros socorros, sobrevivência do náufrago, prevenção da poluição hídrica e combate a incêndio.Para Benielton Ferreira da Cruz, que pilota rabeta para fins pessoais em Vitória do Xingu, o curso vem beneficiar toda a população. “As embarcações são o principal meio de transporte para quem vive às margens dos rios. São utilizadas para locomoção, pesca e até no turismo, mas elas precisam ser conduzidas com reponsabilidade”, explica o ribeirinho.

De acordo com o 1º Sargento da Marinha do Brasil, Robert Donald da Costa, um dos coordenadores do curso, a parceria vai trazer mais segurança para quem utiliza direta e indiretamente os rios da região. “A Norte Energia solicitou o curso e realizamos a capacitação para que os novos aquaviários possam exercer seu trabalho com todo cuidado e segurança possível, levando em consideração as características das embarcações que eles utilizam”, detalhou o militar, que atua na Divisão de Ensino Profissional Marítimo da Capitania dos Portos do Amapá.


Bruno Bahiana, Gerente de Monitoramento Socioambiental da Norte Energia, destaca que a capacitação faz parte das atividades do Plano de Gerenciamento Integrado da Volta Grande do Xingu e cumpre mais uma medida de mitigaçã junto aos moradores das comunidades do Trecho de Vazão Reduzida do empreendimento. “Temos trabalhado, todos os dias, para responder positivamente às demandas dos moradores e trabalhadores da região, à exemplo do que ocorre hoje, com os 59 novos aquaviários, devidamente autorizados a pilotar pelas águas do Xingu com mais cidadania, segurança e aval da Marinha do Brasil, uma importante parceira nesse processo”, declarou o gestor.


(Assessoria)