Notícias de Última Hora

‘Pacote de mentiras’, diz PT sobre delação de Palocci

PT acusa o ex-ministro Palocci de criar “pacote de mentiras para escapar da cadeia”


A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann (PT-RS), teceu críticas contra o conteúdo da delação do ex-ministro Antônio Palocci, revelado nesta quarta-feira (14) pela revista Veja.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Em nota divulgada na tarde desta quarta, Gleisi diz que Palocci criou um pacote de mentiras para escapar da cadeia:

“Nada que Antonio Palocci diga sobre o PT e seus dirigentes tem qualquer resquício de credibilidade desde que ele negociou com a Polícia Federal, no âmbito da Lava Jato, um pacote de mentiras para escapar da cadeia e usufruir de dezenas de milhões em valores que haviam sido bloqueados.”

Gleisi afirma que a delação do antigo petista à Polícia Federal (PF) foi desmoralizada pela própria força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, que teria rejeitado cinco versões diferentes das mentiras de Palocci.


No final, a nota diz que há um “recente frenesi de vazamentos ilegais” de papéis sob sigilo de Justiça, que mostra, segundo a petista, o “desespero de Sergio Moro e seus cúmplices com a revelação dos crimes que cometeram para condenar Lula numa farsa judicial; desespero compartilhado pela mídia antipetista”, diz.

Em seu acordo de delação premiada com o STF, o ex-ministro Palocci revelou que Gleisi recebeu, de três empreiteiras, a quantia de R$ 3,8 milhões na campanha de 2010, quando se elegeu senadora pelo Paraná.


Com informações da Veja